Notícias
DESTAQUES ABTP

Associação critica medida do TCU e diz que setor de portos é penalizado pela falta de agilidade do poder público

Data:

Em entrevista para o portal G1, o diretor presidente da ABTP, José Di Bella, afirmou que ao suspender a análise de novas prorrogações antecipadas de terminais portuários, o Tribunal de Contas da União (TCU) está penalizando o setor privado pela falta de agilidade do setor público em tomar decisões e cumprir as próprias regras.

“O setor não pode ser penalizado pela falta de agilidade do setor público de tomar as decisões e cumprir as próprias regras”, disse Di Bella ao se referir à justificativa do TCU para suspender novas prorrogações antecipadas.

No último mês de novembro, o plenário do TCU aprovou uma cautelar (medida de caráter provisório) que suspende a assinatura de novas prorrogações antecipadas de contratos de arrendamento de terminais portuários.

Ao explicar a sanção, o ministro do TCU Walton Alencar afirmou que durante o ano de 2017 as empresas portuárias que tiveram os contratos prorrogados investiram apenas R$ 964 milhões, o que representa 38% do valor previsto para o ano, que era de R$ 2,5 bilhões.

Confira a matéria na íntegra:
https://glo.bo/2POMsWa


Retornar à lista de destaques