Notícias
NOTÍCIAS DO SETOR

Associadas da ABTP intensificam ações de solidariedade durante pandemia de Coronavírus

Data:
Fonte:

Solidariedade e Responsabilidade Social são palavras de ordem para as empresas Associadas à ABTP. Não importa o porte da empresa, seja ela pequena, média ou grande, de Norte a Sul do Brasil, elas estão empenhadas, numa verdadeira rede de solidariedade, em ajudar as comunidades mais atingidas pela pandemia de Coronavírus.

E, para minimizar os impactos da doença, as 67 empresas Associadas à ABTP estão realizando diversas ações em prol dos mais vulneráveis. As iniciativas vão da doação de alimentos, de kits de higiene e limpeza, de equipamentos, respiradores, matéria-prima para a produção de máscaras e aventais de uso hospitalar, de prédios, à produção e distribuição de álcool gel, auxílio para construção de hospitais de campanha, entre tantas outras.

A partir de hoje (16/04), publicaremos exemplos das iniciativas das Associadas da ABTP em defesa da vida e dos mais necessitados. Nesta primeira publicação, mostraremos algumas das ações de solidariedade realizadas pelas empresas Braskem e Cargill.

Cargill

A Cargill vem trabalhando em todo o mundo em parceria com entidades sem fins lucrativos e organizações não-governamentais (ONGs) para auxiliar a população mais vulnerável durante o período de pandemia de coronavírus.

No Brasil, a Fundação Cargill disponibilizou um fundo emergencial de R$ 400 mil reais para a compra de alimentos e cestas básicas, que serão destinados a 68 instituições, distribuídos em quinze estados do país, abrangendo aproximadamente 17 mil pessoas. Outras organizações estão sendo mapeadas para receberem este apoio ao longo das próximas semanas.

A empresa também destinou R$ 150 mil reais para o Banco de Alimentos de São Paulo, Organização das voluntárias de Goiás, Cidade + Recicleiros e para o UNAS - ONG que atua na comunidade de Heliópolis, em São Paulo; além de R$ 50 mil reais para cinco outras organizações de São Paulo, Santa Catarina e Bahia manterem seus projetos sociais.

A usina da Cargill, a Cevasa, localizada em Patrocínio Paulista (SP), passou a produzir álcool líquido 70% para doação. A operação começou no início da segunda quinzena de março e já conseguiu auxiliar entidades de saúde da região e fazer a distribuição para os colaboradores de outras unidades da Cargill.

Para reduzir os impactos aos caminhoneiros, que realizam um trabalho fundamental por todo o país, a Cargill está distribuindo kits de lanche e refeições para aproximadamente 2.300 caminhoneiros/dia, entre outras ações.

A Cargill também doou quase 454 toneladas em alimentos para comunidades locais onde seus funcionários vivem e trabalham. A resposta global e regional ao COVID-19 da Cargill é guiada por seu propósito de nutrir o mundo de forma segura, responsável e sustentável.

Braskem

A Braskem se uniu a parceiros da cadeia da química e do plástico para doar a hospitais da rede pública e a comunidades de oito estados brasileiros itens essenciais para o combate ao novo coronavírus.

A companhia fará a doação de mais de 370 toneladas de resinas termoplásticas, que serão utilizadas na produção de mais de 60 milhões de máscaras ou mais de 1 milhão de aventais de uso hospitalar e ainda na fabricação de embalagens para 750 mil litros de álcool líquido e em gel, para mais de 500 mil almotolias (um tipo de frasco plástico para álcool em gel utilizado em hospitais), além de 10 mil caixas de hipoclorito para diluição ou uso como água sanitária e mais de 150 mil sacos plásticos para lixo hospitalar.

As máscaras e aventais, produzidos em parceria com a Fitesa e o Instituto Lojas Renner, serão distribuídos para hospitais e comunidades de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, assim como o álcool líquido, as almotolias, a água sanitária e os sacos plásticos para lixo hospitalar.

Às comunidades de regiões onde a Braskem está presente serão entregues mais de 100 mil frascos com álcool em gel e de kits com produtos de limpeza, além de cestas básicas por três meses para mais de mil famílias de catadores de material reciclado que vivem nessas regiões.

A Braskem também vai disponibilizar matérias-primas para uso da impressão 3D para oito centros de pesquisa no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Em março, a Braskem também anunciou também uma linha de crédito de R$ 1 bilhão para ajudar principalmente as pequenas e médias empresas durante a crise causada pelo coronavírus. A linha beneficia clientes adimplentes e com crédito já aprovado para serem compra de resinas plásticas, sodas cáustica, solventes e especialidades químicas.


Retornar à lista de notícias