Notícias
NOTÍCIAS DO SETOR

Painel sobre dragagem permanente encerra primeiro dia de programação do Sul Export

Data:
Fonte:

Primeiro dia do Sul Export contou ainda com palestra de secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura e painel sobre dragagem; ainda é possível se inscrever gratuitamente para assistir programação desta terça-feira (6)

O painel “Dragagem permanente visando ganhos operacionais dos portos” encerrou o primeiro dia da programação do Sul Export, que teve início nesta segunda-feira (5), em Curitiba, no Paraná. O evento reúne especialistas e autoridades para debater aspectos regionais da logística e infraestrutura portuárias relacionadas aos três Estados da região Sul do País: Paraná; Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e terá continuidade nesta terça-feira (6), com a realização de outros três painéis e a leitura da Carta Sul Export. As inscrições para assistir online são gratuitas e podem ser realizadas a qualquer momento. Basta acessar https://forumbrasilexport.com.br/sulexport/

Assim como aconteceu em Macapá, no Norte Export, o Sul Export tem caráter híbrido. Um número limitado de participantes, palestrantes e convidados está reunido presencialmente no Bourbon Curitiba Convention Hotel seguindo todas as normas recomendadas pelas autoridades sanitárias devido à pandemia do novo coronavírus. Alguns palestrantes e convidados do evento participaram via Zoom, mesma ferramenta utilizada pela plateia para assistir ao evento.

Jesualdo Silva, presidente do Sul Export, afirmou que o evento atingiu todos os objetivos até agora. “Foi extremamente positivo. Os pontos importantes que estavam previstos para esse primeiro dia foram atingidos, com bastante riqueza de debates. Reputo que o evento foi um sucesso nesse primeiro dia e temos certeza que amanhã se repetirá”, afirmou o executivo, que também é diretor-presidente da ABTP (Associação Brasileira dos Terminais Portuários).

O presidente do Conselho Nacional do Fórum Brasil Export, José Roberto Campos; e Angelino Caputo e Oliveira, diretor-executivo da ABTRA (Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados); e Jesualdo Silva, diretor-presidente da ABTP (Associação Brasileira dos Terminais Portuários); foram os primeiros a falar e deram as boas-vindas a todos os participantes, palestrantes e público que acompanhava o evento online.

Em seguida foi feita a apresentação dos patrocinadores do evento: Conapra (Conselho Nacional de Praticagem), Piacentini do Brasil, CNT (Confederação Nacional dos Transportes), Portonave e ABTP.

Coube ao CEO do Fórum Brasil Export, Fabrício Julião, fazer a palestra de abertura. Em seu discurso, Julião agradeceu a todos os conselheiros e apoiadores que tornaram possível a realização do Sul Export, e lembrou que o secretário Piloni participou ativamente de 5 dos 100 webinários realizados pelo Fórum Brasil Export realizados entre abril e setembro último, antes do início da jornada dos encontros regionais.

Lembrou ainda a vocação econômica da região Sul, que tem indiscutível vocação industrial e agropecuária, e ainda a importância dos portos instalados na região. Entre outras coisas, falou também dos próximos fóruns regionais do Brasil Export. “O Brasil Export encara sua responsabilidade de contribuir para a construção de um Brasil mais eficiente, mais rico e mais justo”, afirmou Fabrício Julião durante a solenidade.

Homenagem

Durante a solenidade de abertura do Sul Export, as autoridades presentes ao palco, na plateia do Bourbon Hotel, em Curitiba, e todos aqueles que acompanhavam online foram convidados a prestar um minuto de silêncio em homenagem à memória de Pedro Ferreira Arantes, conselheiro do Centro-Oeste Export morto no último dia 2 de outubro.

Arantes dedicou quase três décadas de sua vida ao agro goiano e brasileiro. Ele era também conselheiro do Coinfra (Conselho Temático de Infraestrutura) da Fieg (Federação das Indústrias do Estado de Goiás).

Piloni

Diogo Piloni realizou a palestra de abertura do Sul Export. Nela, conclamou a todos para que participem das iniciativas do Pró-Brasil, o projeto de recuperação econômica em curso pelo governo federal.
?
Piloni falou das várias obras portuárias em andamento, a importância do projeto que cria a política de estímulo à cabotagem, denominado “BR do Mar”, e ainda melhoria do ambiente regulatório.

“Para olhar para a frente a gente tem que continuar essa vertente de mudanças positivas”, afirmou o secretário. 

Ele elogiou a iniciativa de criação do Sul Export e o classificou como um ambiente importante para discussões.

Painel tecnológico e primeiro painel

Em seguida a fala de Piloni, teve início o painel tecnológico do “Momento Hack Export”, ligado do Brasil Hack Export, evento de tecnologia de inovação que acontece de forma paralela ao Fórum Brasil Export. O palestrante foi o consultor de estratégia e inovação da Fundación Valenciaport, Jonas Mendes Constante. ?

Em sua palestra, ele falou da fundação, melhores práticas em sistemas de comunicação portuária, e ainda o estágio da implantação do PSC (Port Community Systems) na Portos do Paraná. O principal objetivo do sistema é o de colaborar com o planejamento estratégico para o Porto estar preparado para os desafios do futuro. Constante disse que o motivo da escolha do porto se dá pelo alto nível de desenvolvimento tecnológico da autoridade portuária que administra os portos de Paranaguá e Antonina.

O primeiro dia foi encerrado com o painel “Dragagem permanente visando ganhos operacionais dos portos”, que contou com moderação de Juarez Moraes e Silva, e a apresentação; ao prático João Bosco de Brito Vasconcelos, ambos conselheiros do Sul Export. Entre os expositores estavam Julio Cesar Dias, da secretaria nacional de Portos de Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura; capitão-de-fragata César Reinert Bulhões, da Marinha do Brasil; Fernando Estima, superintendente dos portos do Rio Grande do Sul; Luiz Fernando Garcia da Silva, diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA); e Wilen Manteli, consultor do Conselho Deliberativo da ABTP (Associação Brasileira dos Terminais Portuários).

Ao fazer um balanço sobre o evento, Fabrício Julião, CEO do Fórum Brasil Export, destacou dois momentos: a abertura com o secretário Piloni e a qualidade do painel sobre dragagem. “O primeiro dia superou as expectativas. Nós tivemos uma abertura muito boa, com a apresentação do secretário Piloni, dos assuntos ligados à secretaria de Portos, e depois o primeiro painel de dragagem. E esse tema é sempre muito polêmico mas foi de muito conteúdo, com a participação da Marinha, das entidades, do presidente do Porto de Paranaguá, e foi um debate que chamou a atenção pela qualidade técnica daquilo que foi abordado e dos encaminhamentos”, afirmou o CEO do Fórum Brasil Export.

Painéis e leitura da Carta do Sul Export

O Sul Export continua nesta terça-feira (6). A programação inclui três painéis com os seguintes temas: “Os Desafios para a desestatização nos portos da região sul”; “A reindustrialização e a agroindustrialização da economia e dos portos do Sul”; e “A importância da multimodalidade para o desenvolvimento dos portos do Sul”.

Em seguida será realizada a solenidade de encerramento, momento em que a Carta Sul Export será lida por Jesualdo Silva, presidente do Conselho Sul Export.

Inscrições
Os debates das etapas regionais do Fórum Brasil Export serão 100% online e gratuitos. Para participar, basta realizar a inscrição no site www.forumbrasilexport.com.br e aguardar a confirmação pelo mail. A transmissão será feita pelo aplicativo Zoom.

Para saber mais sobre como participar do Brasil Hack Export, o evento de inovação ligado ao Fórum, acesse: https://www.brasilhackexport.com.br/


Retornar à lista de notícias